“Quando o mundo de fora parece hostil, não esqueça que a vida real acontece no coração… o que se passa do lado de fora é ilusão temporária. Eterna é a luz que habita na sua alma” – Nicoli Miranda

Neste ano aprendi que para mudar o mundo para um lugar melhor devo colocar minha casa em ordem em primeiro lugar. Quando falo minha casa me refiro ao meu EU interior.

Neste ano de 2016 eu me desliguei um pouco do mundo externo e permiti me escutar mais.

Me perguntei com mais frequência:

Como estou me sentindo?

Como meu corpo está se sentindo?

O que me enraivece?

O que me faz feliz?

Quais são meus sonhos?

O que me amedronta e me paralisa?

O que eu gostaria de dizer para aquela pessoa que me feriu?

O que eu gostaria de dizer para as pessoas que amo?

O que devo fazer para seguir meu sonho?

Não tive respostas para todas as perguntas e em alguns momentos a resposta mudou no meio do caminho, porém o simples fato de me preocupar com aquilo que eu realmente sinto me deu mais autonomia e poder de mudar aquilo que não está legal na minha vida.

Acredito que por esse motivo meu ano foi tão positivo, mesmo num cenário tão hostil quanto foi o ano de 2016.

Claro que tive momentos de dificuldade, medo, dúvidas e vontade de desistir, porém tive condições de me recobrar rapidamente pois ao me escutar mais tive mais clareza dos meus propósitos, acredito que é aí que mora a resiliência.

Quando estamos mais certos do caminho que nos faz feliz os ruídos de fora não fazem mais tanto barulho assim.

Por isso:

Deixe aquele barulhão externo se silenciar por algum tempo,

Deixe de lado aquilo que dizem que você deve fazer,

Deixe cair toda aquela armadura que você colocou para sair de casa para se proteger,

E olhe um pouco mais para você,

O que está sentindo? Está feliz com a vida que está levando?

Antes de cair na armadilha de achar culpados pela sua infelicidade pergunte pra si mesmo,

“Vejo sentido na vida que estou levando?”

Se a resposta for não, algo precisa ser feito e com urgência,
afinal não tem nada mais importante para você do que a sua vida, correto?

Se colocarmos a felicidade dos outros em primeiro plano, preocupados com o que acharão das nossas escolhas, não daremos a melhor versão de nós mesmos e dificilmente faremos a outra pessoa feliz.

Antes de depararmos com esse mundão temos que manter a casa em ordem e para isso é preciso silenciar, escutar a voz mais sábia que existe, a voz que está dentro de você, a única capaz de dizer qual o caminho para a nossa felicidade.

Por isso seja sincero com você mesmo, logo será mais sincero com os outros

Ame-se mais, logo amará mais os outros

Seja mais feliz, logo fará os outros mais felizes.

Mude seu mundo, logo mudará o mundo a seu redor!

Tudo o que recebemos do mundo nada mais é do que reflexo daquilo que somos e fazemos.

Desejo que em 2017 você olhe com mais atenção para pessoa que mais importa nesse mundo, VOCÊ!